Sobre
Diretoria
Equipe
Documentos
Concursos
Ensino
Notícias
Biblioteca
Links
Contato

 

 

A EEN percorreu uma longa trajetória com períodos de dificuldades, avanços e retrocessos, no entanto, escrevendo sua história de luta e resistência, coroada de êxito.

A preocupação em formar pessoal qualificado em enfermagem, no Rio Grande do Norte, levou o então presidente da Sociedade de Assistência Hospitalar (S.A.H.), Dr. Januário Cicco, a encaminhar ao Presidente da República, Marechal Eurico Gaspar Dutra, em 30 de dezembro de 1950, o requerimento de criação e autorização para o funcionamento da Escola de Auxiliares de Enfermagem de Natal.

Entretanto, somente em 07 de dezembro de 1955, através da Portaria Ministerial Nº 381, publicada em Diário Oficial do Distrito Federal, de 13 de dezembro do mesmo ano, foi autorizado o funcionamento da Escola de Auxiliares de Enfermagem de Natal, vinculada à S.A.H. e mantida inicialmente pela Fundação SESP, começando a funcionar na Maternidade Escola Januário Cicco e, posteriormente, no Pavilhão Santa Izabel do Hospital Miguel Couto, hoje Hospital Universitário Onofre Lopes, tendo à frente dos seus trabalhos, como diretora, a Enfermeira Maria de Lourdes Lopes.

O reconhecimento da Escola de Auxiliares de Enfermagem de Natal foi concedido em 17 de outubro de 1960, pelo Decreto Federal nº 49.120-A. Na década de 50, passou a funcionar na av. Nilo Peçanha, 619, Petrópolis, permanecendo ligada à Sociedade de Assistência Hospitalar, sendo incorporada à UFRN em 1964, conforme Resolução do Conselho Universitário (CONSUNI) nº 02/64, de 09 de janeiro de 1964.

O ensino de graduação em enfermagem foi criado no ano de 1973, ocasionando sérias transformações na Escola de Auxiliares de Enfermagem de Natal, que cedeu sua estrutura administrativa, equipamentos, laboratórios, salas de aula e campos de estágio para a graduação, além de ter a nomeação do seu quadro de docentes para a categoria de professor universitário, deixando-a completamente desfalcada de recursos para o seu pleno funcionamento naquele momento. Apesar destas dificuldades, a Escola continuou ofertando cursos de auxiliares de enfermagem, uma vez que esta era a única escola pública que atendia à demanda aberta nesta capital.

Nesta mesma época, a Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional (LDB) nº 5.692/71 assegurou a Habilitação de Técnico de Enfermagem e a de Auxiliar de Enfermagem, em nível de 1º e 2º Graus, através da Resolução nº 07/77, de 18 de abril de 1977. No Rio Grande do Norte, a implantação dessa modalidade de ensino deu-se inicialmente em escolas da rede estadual, expandindo-se posteriormente para a rede privada, sendo desenvolvida através de convênios com a Escola de Auxiliares de Enfermagem de Natal.

Na década de 1980, em Natal, continuaram sendo realizados os cursos regular e supletivo de Auxiliar e Técnico em Enfermagem, viabilizados pelo Departamento de Enfermagem, mediante convênio entre a UFRN e a Secretaria de Educação e Cultura do Estado, sendo assegurado, por parte desta, a cessão de enfermeiros docentes, o que se constituiu numa prática executada e renovada a cada dois anos, até os dias atuais.
Em 1996, a Escola filiou-se ao CONDETUF, o qual tem como finalidade funcionar como órgão permanente de coordenação das Escolas. Em 04 de setembro de 1997, a Escola foi reestruturada, conforme Resolução nº 057/97 do Conselho Administrativo (CONSAD), o que lhe assegurou autonomia financeira e pedagógica, bem como impulsionou a sua reorganização didática e administrativa.

Envolvida na reforma da educação profissional, a partir das exigências da LDB nº 9.394, de 20 de dezembro de 1996, o ensino profissionalizante sofreu profundas modificações. Através da Resolução nº 064/99 – CONSAD, de 16 de setembro de 1999, a Escola passou a denominar-se Escola de Enfermagem de Natal, construindo o seu Projeto Político Pedagógico, que possibilitou a elaboração de uma Proposta Pedagógica para o Curso Técnico em Enfermagem implementada na primeira turma em 2002.
O curso Técnico em Enfermagem da EEN/ UFRN foi reconhecido através da Portaria nº 219 de 11/12/2003, publicada no Diário Oficial da União em 17/11/2003, em atendimento à Portaria nº 227 / SEMTEC/MEC, de 19 de dezembro de 2002.

Desde 12 de abril de 2004, a EEN situada no Complexo de Enfermagem do Campus Universitário, passou a desenvolver suas atividades em novas e modernas instalações físicas. Neste cenário, o trabalho e a paixão dos professores pioneiros do passado e da trajetória de inovações aparecem como duas vertentes que se entrelaçam na busca das transformações na educação e na prática de enfermagem contemporânea no Rio Grande do Norte.

No momento atual, procurando fortalecer e desenvolver seu Projeto Político Pedagógico, traça metas plenas de desafios e oportunidades, direcionadas para sua participação na formação de pessoal de enfermagem, comprometida com a consolidação do SUS.



 

 © Escola de Enfermagem de Natal 2005 Telefones: 84  3215 3668 | 3215 3765 DZ3.  
:: Telefones :: :: Contato :: :: Home ::